Os cavaleiros da “ingnorância”

O mais difícil de assistir e acompanhar a Comissão Especial do Impeachment não são os argumentos, os debates, os chiliques, as provocações, as lambidas ao presidente da comissão, os ataques difamatórios ao relator e por aí vai…

Pois bem, há duas figuras que me deixam envergonhado de ser brasileiro. São duas pessoas que estão em um cargo da dimensão de um Senado Federal mas que mostram que não sabem nem falar português.

Os senadores Telmário Mota e Fátima Bezerra, em seus argumentos repetitivos e sem fundamento algum, desvirtuando como se fosse uma discussão entre torcedores de futebol no boteco, não conseguem falar duas frases sem assassinar o nosso idioma.

Que fique claro, nada a ver com o sotaque e sim com o estupro à língua mater.

Além de uma obrigatoriedade de todo político ter ensino superior, deveríamos ter uma prova de proficiência do nosso vernáculo.

Vergonha, vergonha, vergonha!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s